Abaixo a "Fast Foda"


Não quero ser fast foda, devorada às pressas por famintos ansiosos.
Quero ser saboreada, servida a la carte, à luz de velas.

Exijo ser o prato principal, a refeição completa, "A" selecionada do cardápio, o arroz com feijão bem feito, com gosto de comida caseira.

Nada de ser regurgitada ou ficar embrulhada na geladeira. Quero me manter fresquinha, sem me tornar fria pelas circunstâncias.

Não sou produto pra passar da validade, ficar solada, desolada, ser jogada no lixo. Quero ser preparada todos os dias, sempre com um tempero diferente e com alguém pra me esquentar.

Não quero virar sobra. Quando estiver demais, quero ser embalada e levada pra casa, para ser degustada mais tarde. E que comam com gosto cada pedacinho meu. Porque não sou delivery: basta ligar e chamar que chega rápido.

Não sou prato de bandejão. Exijo mesa posta. Que me banhem em vinho tinto e me devorem. Ah! Mas me devorem com um prazer delirante.

Nenhum comentário: